Energia solar se torna a terceira maior fonte da matriz elétrica brasileira

0

A energia solar fotovoltaica ultrapassou em potência gerada as usinas termelétricas movidas a gás natural e biomassa e se tornou a terceira maior fonte da matriz elétrica brasileira, atrás apenas das hidrelétricas e das eólicas, segundo levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), com base em dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). No total, a energia solar gera 16,4 gigawatts (GW), 8,1% do total, em grandes usinas e em projetos de geração própria, ante os 16,3 GW do gás natural e os 16,3 GW da biomassa. As hidrelétricas lideram com 109 GW de capacidade instalada (53,9% do total), e as eólicas seguem em segundo lugar, com 21,9 GW de potência (10,8%).

Segundo a associação, desde 2012, a fonte solar já trouxe ao Brasil mais de R$ 86,2 bilhões em novos investimentos, R$ 22,8 bilhões em arrecadação aos cofres públicos e gerou mais de 479,8 mil empregos acumulados desde 2012. Com isso, também evitou a emissão de 23,6 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade. De acordo com Carlos Dornellas, diretor da Absolar, as usinas de energia solares podem gerar energia a preços até dez vezes menores do que os de termelétricas fósseis ou importada de outros países, duas maneiras acionadas de forma emergencial pelo governo para lidar com a escassez de chuvas que afetou a geração das hidrelétricas em 2021. “A fonte ajuda a diversificar o suprimento de energia elétrica do País, reduzindo a pressão sobre os recursos hídricos e o risco de ainda mais aumentos na conta de luz da população”, comenta Dornellas.

Anvisa recebe pedido de registro definitivo da Coronavac

0

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu o pedido de registro definitivo da vacina Coronavac. A Anvisa terá agora 60 dias para analisar a solicitação. Atualmente, o imunizante é o único no Brasil que não tem registro definitivo. Em abril, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, assinou o fim da emergência sanitária no Brasil e, com isso, somente vacinas que tenham registro definitivo podem ser destinadas para uso de adultos. O pedido do Instituto Butantan será analisado por três áreas técnicas da Anvisa. A Coronavac foi a primeira vacina contra a Covid-19 a ser aplicada no Brasil. No dia 17 de janeiro de 2021, a enfermeira Mônica Calazans foi a primeira a ser imunizada em São Paulo após a aprovação pela Anvisa.

Diretor da Caixa Econômica Federal é encontrado morto na sede do banco em Brasília

0

O diretor de Controles Internos e Integridade da Caixa Econômica Federal, Sérgio Ricardo Faustino Batista, foi encontrado morto na sede do banco, em Brasília. O corpo foi encontrado na noite de terça-feira (19) por um vigilante.

Batista era funcionário de carreira da Caixa – entrou para o banco em 1989 – e assumiu a Diretoria de Controles Internos por processo seletivo em março de 2022.

Segundo a Polícia Civil do DF, a morte foi registrada inicialmente como suicídio. A Polícia Federal foi informada, por policiais civis, que há câmeras de segurança no prédio.

Em nota, Caixa manifestou pesar pela morte e disse que contribui para apuração do caso.

A Diretoria de Controle Interno e Integridade (DECOI) é para onde são encaminhadas todas as denúncias recebidas pelo canal de atendimento criado pela Caixa Econômica Federal – sobre qualquer tema, de corrupção a assédio sexual, como as que levaram à queda do ex-presidente do banco Pedro Guimarães (que nega as acusações).

Antes de se tornar diretor, Batista foi um dos assessores estratégicos de Guimarães e por muito tempo atuou como um consultor do ex-presidente do banco.

As denúncias contra Guimarães chegaram à diretoria comandada por Batista em maio. De acordo com dirigentes da Caixa, o celular de Batista está em posse da Polícia Civil. Segundo o blog apurou, os investigadores querem periciar o aparelho para saber, entre outras coisas, se o ex-presidente da Caixa falou com o diretor de Integridade do banco sobre o assunto.

Esfiha de queijo vegano do Habib’s: Flavio Giusti ensina como prepará-la em casa

0

Você deve concordar que, atualmente, é difícil dizer não a um fast food, não é mesmo? Para Flavio Giusti, escritor de culinária e criador do VegetariRango — primeiro programa de culinária vegana do Brasil —, esse tipo de alimentação é muito presente em nossas vidas, seja em um fim de semana, em um momento de escape da rotina ou para compartilhar com alguém. Por isso, parece até impossível imaginar que alguém deixaria de comer ou sentir vontade de ir até um restaurante de fast food, certo? 

Contudo, existem pessoas que possuem restrição em sua dieta alimentar, como o vegano ou o intolerante/alérgico à lactose e que, por conta disso, devem abrir mão de frequentar lugares como o Habib’s (rede brasileira de restaurantes de comida rápida, especializada em culinária árabe) e deixar de comer suas famosas esfihas. Mas, você sabia que é possível preparar uma alternativa de esfiha de queijo vegano do Habib’s em sua casa? 

Isso mesmo, o amante de culinária, Flavio Giusti, reforça que é possível preparar diferentes alimentos das redes de fast food em sua casa, com uma alternativa que dispensa o uso de ingredientes de origem animal. Desse modo, saiba que você pode preparar a deliciosa esfiha de queijo vegano do Habib’s de maneira fácil e, ainda por cima, com ingredientes acessíveis. 

Preparando a esfiha de queijo vegano do Habib’s

Independente de qual seja o sabor, as esfihas da rede Habib’s chamam muita atenção por seu cheiro e sabor que dão água na boca, não é mesmo? E, se você é fã da esfiha de queijo, assim como o criador do VegetariRango, saiba que é possível fazer um prato de esfihas tão saborosas quanto as comercializadas nos restaurantes. Para isso, basta apenas seguir a receita ensinada por Flavio Giusti para degustar, do conforto de sua casa, uma esfiha de queijo vegano do Habib’s.

Para o preparo da esfiha de queijo vegano do Habib’s, você irá precisar dos seguintes ingredientes para a massa: farinha de trigo, fermento biológico seco, açúcar, sal, óleo, água e fubá. Já para o recheio, será preciso: tofu, salsinha, queijoquinha, água, óleo e sal. O passo a passo é ensinando no Canal do Youtube de Flavio Giusti (https://www.youtube.com/watch?v=_LM9icFZKkg&list=

Gostou dessa receita e quer aprender mais preparos de fast foods ou pratos da culinária vegana? Então, não deixe de acompanhar os conteúdos de Flavio Giusti em seu Canal do Youtube ou no Instagram (@vegetarirango). Ademais, se quer saber mais sobre o preparo de diferentes queijos veganos para implementar sua receita, participe dos cursos ministrados pelo ex-MasterChef!

A importância da luta racial e a atuação do pré-candidato a Deputado Estadual, Renan da Mata

0

Você sabia que o combate ao racismo é uma luta de todos os brasileiros? Para Renan da Mata, ex-superintendente da Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União — antiga Secretaria do Patrimônio da União (SPU), a atuação política é um dos principais caminhos para combater a desigualdade racial e promover o direito igualitário a toda população.

Não obstante, Renan da Mata acredita que, através de uma política bem feita, é possível transformar toda sociedade. Com essa visão, o administrador por formação e fundador da Alianze X está apto a concorrer como Deputado Estadual de São Paulo, com intuito de representar a população na Assembleia Legislativa e transformar o estado em um local ideal para as famílias que nele residem. 

Por isso, acredita que é chegado o momento de sua atuação política sair dos bastidores e tomar proporções maiores. Renan da Mata, que veio do povo e sempre teve o sonho de crescer na vida, espelha hoje suas vontades na transformação social, isto é, no desejo de transformar o estado em que viveu, criou raízes e que tem força e potencial para se expandir cada vez mais. 

Assim, com o apoio do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e do ex-ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, o ex-superintendente lança-se para mais um desafio dentro da gestão pública: ocupar um cargo fundamental para a criação e regulamentação das leis e para a representação popular e de valores tradicionais e cristãos dentro do âmbito político de São Paulo. 

Renan da Mata e a luta contra o racismo

Assembleia de Deus, deputado do Estado de São Paulo, Deputado Estadual, Deputado Federal, Deputado Renan da Mata, Distrito Federal, Eleições 2022, ex-ministro da Infraestrutura, ex-Superintendente da Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, Jair Bolsonaro, Líder Evangélico Renan da Mata, Partido Social Cristão, Politica, pré-candidatura a Deputado de São Paulo, PSC, Renan da Mata Pré candidato, Tarcísio Freitas, Xique-xique
Renan da Mata

Renan da Mata sempre foi um homem ativo com as causas sociais, é líder comunitário e acredita que através das pequenas ações comunitárias se pode transformar a realidade de muitos. Na questão dos direitos do negro, ele não se diferencia. Pelo contrário, se mostra ativo no combate ao racismo, pedindo justiça e garantia dos direitos para a população negra.

Nascido no interior da Bahia, em Xique-xique, filho de trabalhadores rurais, Renan da Mata é ex-cortador de cana e, com 10 anos, deixou de estudar para auxiliar os pais no campo e colaborar com o sustento dos nove irmãos. Com uma história de vida que se assemlha a de muitos negros no país, o ex-superintendente sente na pele o que é a desigualdade e injustiça com diversas familias brasileiras.

Por isso, criou o PSC Negro e acredita na necessidade de atuação política para promoção de igualde e inclusão de pessoas negras que, assim como Renan da Mata, tem uma história de vida dificil e merecem a oportunidade de alcançar grandes feitos e trazer melhores condições para a propria vida e daqueles que ama. 

Quer saber mais sobre a atuação social, política e de combate ao racismo de Renan da Mata? Então, não deixe de acompanhá-lo em seu Instagram (@renandamataoficial) para conhecer mais sobre sua vida e feitos políticos e profissionais.