21.3 C
São Paulo
quarta-feira, julho 6, 2022

Gestão de estresse na empresa: saiba como realizá-la e acalmar os ânimos

Para Mailon de Lara Vaz, empresário e CEO do Grupo 1One, gerir uma empresa corretamente é essencial para que a mesma tenha sucesso. No entanto, a palavra gestão pode ser muito vaga quando não se conhece ferramentas para isso ou técnicas a serem aplicadas de acordo com cada demanda, isto é, com cada situação.

Casos de estresse no trabalho é um exemplo de demanda. Muita gente não sabe — em especial gestores —, que gerir estresse é uma habilidade extremamente necessária e também possível de se fazer. Afinal, de acordo com Mailon de Lara Vaz — que participa ativamente da gestão de centenas de pessoas —, há períodos ou situações em que o estresse é realmente inevitável aos colaboradores de uma empresa.

Mas, afinal, o que gera estresse no trabalho?

Antes de tudo, entender os motores impulsionadores do estresse no trabalho é fundamental. Até porque, só a partir deles é possível traçar uma boa gestão e, assim, amenizar os ânimos de seus colaboradores. Visto isso, o renomado gestor de empresas Mailon de Lara Vaz comenta que é necessário se ater a eles de maneira mais superficial ou integral, a depender da situação. 

Em outras palavras, há motores impulsionadores piores que outros. Isso quer dizer que problemas como excesso de trabalho, mudanças frequentes, falta de apoio, competitividade exagerada, alta cobrança — muitas vezes desnecessárias —, falta de equilíbrio entre vida pessoal e profissional, etc são apenas exemplos dos ditos “macro”. Esses, por sua vez, exigirão mais atenção do gestor e medidas mais incisivas, a fim de manter o clima organizacional adequado.

Por outro lado, problemas como fofocas, orientações confusas, falta de feedback ou falta de reconhecimento são motores impulsionadores do estresse mais simples, ou seja, que não exigem uma gestão muito específica ou estratégica, afinal, não são tão graves ou grandes. Geralmente, o empresário Mailon de Lara Vaz comenta que problemas assim são resolvidos com diálogos e pequenas adequações. 

E o que fazer para gerir o estresse?

Desse modo, sem mais delongas, Mailon de Lara Vaz explica que, seguindo conselhos e dicas específicas, será possível gerir adequadamente o estresse, aplicando técnicas específicas a depender de cada situação. Visto isto, a primeira aplicação que você pode fazer na sua empresa é designar tarefas, que servirá para solucionar alguns problemas mencionados acima.

Além disso, estabelecer metas alcançáveis para os seus colaboradores também é essencial, já que metas altas apenas farão com que os mesmos se sintam cansados e desmotivados. Ademais, impor e respeitar limites contribuirá para que o clima organizacional seja mantido e nada saia do planejado, evitando mais estresse ainda.
Por fim, mas não menos importante, ser claro — citando aquilo que não vai bem e afins —, além de definir prioridades e ajudar seus colaboradores a equilibrar sua vida pessoal e profissional também é indispensável para que não somente o estresse seja gerido, como também o clima organizacional mantido.