Fernando Siqueira Carvalho é um grande entusiasta da indústria automotiva. De acordo com ele, os designers estão sempre em busca de trazer modelos inovadores ao mercado, indo além da imaginação para aguçar a fantasia de seus admiradores. Entretanto, alguns modelos nunca foram lançados.

Em 2014 em Atlanta nos Estados Unidos, Fernando Siqueira Carvalho revela que algumas fotos de carros incomuns foram divulgadas pelo High Museum, trazendo modelos inovadores e até mesmo estranhos, os quais, mesmo sem chegar ao mercado, conseguiram introduzir atributos que se tornaram padrões na indústria, saiba mais:

1936 – Scout Scarab

Fernando Siqueira Carvalho conta que o engenheiro William Bushnell Stout foi um homem extremamente inovador, deixando sua marca em diversos designs de carros e aviões.
Ao inventar a Stout Scarab, Stout foi capaz de unir conforto e lazer, sendo considerado o precursor das minivans que surgiram anos depois. Infelizmente, segundo Fernando Siqueira Carvalho, o modelo que poderia ter sido um sucesso de vendas não chegou ao mercado por conta do valor na época, chegando a 5 mil dólares, equivalente a 95 mil nos dias de hoje, o que dificultaria o êxito do projeto.

1947 Norman Timbs Special

Com mais de 5 metros de comprimento e 998 quilos, a estrutura do Special possuía um motor de 8 cilindros em linha. Norman Timbs trouxe ao mundo uma invenção extremamente singular, com linhas alongadas e rodas traseiras escondidas.
Fernando Siqueira Carvalho explica que apenas uma unidade foi fabricada, deixando seu sucesso apenas na imaginação.

1955 Chrysler Streamline X ‘Gilda’

Nunca fabricado, o Gilda criado por Chrysler explorou um design completamente inovador na época. O seu formato imitava um foguete, com abas traseiras, frente afunilada e forma estreita.

1970 Ferrari 512 S Modulo

Um carro digno de um filme futurístico. Fernando Siqueira Carvalho conta que o modelo foi criado por meio de um contrato entre a Ferrari e a Pininfarina, em busca de um carro inovador. Visualmente estranho, o modelo foi um sucesso, mesmo sendo a produção mais bizarra em toda a história da Ferrari. As portas eram constituídas por painéis de vidro que abrem para frente, além de seu enorme comprimento e estrutura arredondada, lembrando uma nave.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui